DICAS DOS AGENTES

Aprenda a estudar...

Encontre um lugar para estudar.
Deve ser um lugar livre de distrações. Use uma mesa se for possível. Não ligue a TV.

Estabeleça prioridades. Sua educação é importante. Esteja decidido a não ligar a TV até terminar a lição de casa.

Não deixe para depois. Estabeleça uma programação definida para fazer sua lição de casa e apegue-se a ela.

Faça um planejamento. Decida qual é a primeira tarefa que você deve fazer, qual é a segunda e assim por diante. Faça uma lista num papel e estabeleça o tempo que vai gastar em cada uma delas. Quando terminar uma tarefa, risque-a da lista.

Faça pequenas pausas. Se notar que está perdendo a concentração, pare e descanse um pouco, mas recomece o mais rápido possível.

Confie em si mesmo. Lembre-se: o que faz a diferença entre o bom e o mau aluno geralmente é a diligência, não a inteligência.

Você pode ser bem-sucedido na escola. Esforce-se e será recompensado.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Horário de Verão - Quando surgiu e porque


O horário de verão foi cogitado pela primeira vez em 1784, por Benjamin Franklin, um dos homens mais influentes da história política e científica dos Estados Unidos. Partindo da observação de que, durante parte do ano, nos meses de verão, o sol nascia antes que a maioria das pessoas se levantasse, ele concluiu que, se os relógios fossem adiantados, a luz do dia poderia ser mais bem aproveitada.
A idéia, na época, não chegou a sair do papel. Em 1907, na Inglaterra, um construtor chamado William Willett, membro da Sociedade Astronômica Real, deu início a uma campanha que propunha alterar os relógios no verão para reduzir o que classificava de "desperdício de luz diurna". Willett morreu em 1915, um ano antes de a Alemanha adotar sua tese e se tornar o primeiro país no mundo a implantar o horário de verão.
Já no Brasil, a história do horário de verão teve início na década de 30, pelas mãos do então presidente Getúlio Vargas: sua versão de estréia durou quase meio ano, vigorando de 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932. Depois de 18 anos sem sua instituição, o horário de verão foi novamente adotado devido à queda do nível de água nos reservatórios das hidrelétricas, por volta de 1985/86. Após esse período, o horário de verão passou a ocorrer em todos os anos.

Quem adota o horário de verão


Hoje, aproximadamente 30 países utilizam o horário de verão em pelo menos parte de seu território. As datas de início e término estam sempre relacionadas a uma estação do ano.
Grande parte das porções continentais do planeta está no hemisfério norte. Ali, o inverno costuma ser rigoroso com o Sol se pondo bem cedo e levantando-se vagarosamente durante o dia. No verão ocorre o contrário. É comum se ter claridade por volta das 20 ou até 22 horas. É por isso que nesses lugares o horário de verão faz muita diferença.

Nos Estados Unidos, o período em que se adota o horário de verão é conhecido por DST (Daylight Saving Time). Seguem abaixo alguns exemplos de países que adotam o horário de verão e suas respectivas épocas:


- Países membros da União Européia: último domingo de março ao último domingo de outubro;

- Estados Unidos, Canadá e México: abril a outubro;

- Rússia, Turquia e Cuba: março a outubro;

- Austrália, Nova Zelândia, Chile e Paraguai: outubro a março.

No Brasil, as regiões que adotam o horário de verão são: região Sul, região Sudeste e região Centro-Oeste. Além do Distrito Federal, o horário de verão abrange os seguintes estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
 
(fonte: http://empresasefinancas.hsw.uol.com.br/horario-de-verao1.htm - por Ana França)
Postar um comentário